www.centrallestenoticias.com.br
www.saomiguelpaulista.com.br
www.itaimpaulista.com.br

Tatuadora de São Miguel faz sucesso na internet com criações em aquarela

Publicada em: 14-06-2016

Daniele Amorim/colaboração

 

                                                                                                                                 Daniele Amorim/colaboração

 

A tatuadora Adriana Ventieri, 24,tem mais de oito mil seguidores em sua página oficial no Facebook. Ela chama a atenção de jovens de todas as parte da cidade de São Paulo com seu trabalho com tatuagens em aquarela. Drika, como costuma ser chamada, realiza seu trabalho no estúdio Jecatatto Roger em São Miguel Paulista, zona leste da cidade.

 

O interesse pelo desenho veio quando o seu padrasto Roger, que é proprietário do estúdio, a incentivou para trabalhar na área. Logo após se formar no curso de Segurança da Informação, ela largou o ramo e começou a tatuar: “Sempre fui muito envolvida com ele, de ir em convenção, ficar no estúdio, fazer tatuagens e teve uma hora que ele me convenceu. Larguei tudo e fui fazer um curso de desenho”. Ela começou em agosto de 2014.

 

Com a rotina de trabalho de terça à sábado, das 10 até às 18 horas, Adriana não sabe exatamente quantas pessoas possuem o seu traço na pele, porém, acredita que o número já está na casa das centenas. Os valor das tatuagens são em média de 150 até 600 reais.

 

A influência de seus trabalhos vem dos tatuadores Russel Van Schaick, norte-americano, e do brasileiro Victor Otaviano, que já a tatuou: “Em um workshop dele, o Victor sorteou duas pessoas para serem tatuadas. Eu fui uma delas”. Victor tatuou em seu braço direito o personagem fictício Harry Potter.

 

                                                                                                                                     Daniele Amorim/colaboração

A pasta de Drika possuí todos os desenhos já feitos nos clientes do estúdio

 

A técnica utilizada por Adriana é a similar com o desenho de aquarela, porém, diferente do que as pessoas pensam, o processo não envolve a diluição da tinta na água: “Eu uso uma agulha que é própria para sombrear” comenta.

 

Uma das partes mais importantes de sua rotina é entender o que seu cliente deseja para seu desenho, segundo Drika, uma das tatuagens mais emocionantes que fez foi a assinatura da mãe recém falecida de uma garota: “Ela chorou no final da sessão, e eu fiquei muito marcada com isso”.

 

O suporte de informática, Wemerson Nascimento, 25, fez sua primeira tatuagem com Adriana, ele conheceu seu trabalho após ela fazer um desenho para sua amiga: “Eu já vinha pesquisando os trabalhos de outros tatuadores, mas o que ela fez me encantou. Sempre quis uma tatuagem em aquarela”. Ele tatuou no braço uma guitarra que simboliza uma de suas bandas favoritas.

 

                                                                                                                                Daniele Amorim/colaboração

A tatuagem de Wemerson simboliza uma de suas bandas favoritas

 

Com 22 tatuagens espalhadas por todo o corpo, Drika acredita que não se importará de possuir os desenhos quando for mais velha: “Quando eu estiver velha, eu posso estar com tantos problemas no corpo, como artrite ou artrose, que pra mim a última coisa que vou lembrar é de tatuagem. Ainda mais que eu vou estar colorida!” finaliza ela rindo.

 

Mais informações:

Jecatatoo Roger

Avenida São Miguel, 9590

Telefone: 2031-3592

drikalinastattoo@gmail.com

 

 


 

Outras Matérias

Comente essa notícia

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Draw My Life: Itaim Paulista
405 anos de história

São Paulo (SP)

Copyright © 1998-2016 CLN-Central Leste Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da CLN