www.centrallestenoticias.com.br
www.saomiguelpaulista.com.br
www.itaimpaulista.com.br

Conheça a madrinha de bateria da Escola de Samba Unidos de Santa Bárbara

Publicada em: 25-01-2016

Daniele Amorim
Especial para a CLN

 

                                                                                                                                                   Daniele Amorim/CLN

Tatiane Sampaio entrou na Unidos de Santa Bárbara quando a escola ainda era Bloco de Rua

 

 

Nascida e criada na região do Itaim Paulista, zona leste da cidade, o samba apareceu desde cedo na vida da madrinha da Unidos de Santa Bárbara, Tatiane Sampaio, 22, que este ano comemora 10 anos de escola.

 

De família já engajada no samba, com uma tia que já havia sido rainha da Primeira do Itaim, a primeira escola de samba do Itaim Paulista, e a uma avó que já foi passista da Beija-Flor, Tatiane sempre teve influência no ritmo desde pequena, porém, só começou a frequentar a escola em 2006, quando era ainda o Bloco Santa Bárbara, aos 12 anos de idade para ver os ensaios. Naquele ano, inscreveu-se no concurso princesas e rainhas, e ganhou a faixa de segunda princesa, o desfile aconteceu no Sambódromo do Anhembi.

 

                                                                                                                                                        Tatiane Sampaio/Acervo

Tatiane em um dos desfiles do Santa Bárbara no posto de madrinha de bateria

 

No ano seguinte, Tatiane tinha consciência que deveria entregar sua faixa para que um novo concurso ocorresse. "Foi muito  rápido, não teve concurso naquele ano e em um ensaio de rua, a diretoria me anunciou como a nova rainha de bateria."

 

A escolha para o cargo é feita pela diretoria e pela comunidade, com a dedicação que Tatiane demonstrou em seu ano como princesa rendeu-lhe a posição de rainha em 2007. "Desde que eu entrei na Santa Bárbara e passei a gostar muito mais de samba, é praticamente a minha casa."

 

Quando o bloco de carnaval tornou-se uma escola de samba, em 2008, Tatiane estava pronta para deixar o posto, para um novo concurso para eleger a nova rainha. No dia do evento, houve a definição da corte (rainha, princesas, musa e passista de ouro), porém, Tatiane recebeu a faixa de madrinha da comunidade.

 

"Não se faz concurso para madrinha, é a escola que escolhe, e eu tenho uma história com o Santa Bárbara. Eu me dedico, onde tem ensaio e desfile eu vou." O posto de madrinha não tem prazo para ser devolvido pois é um cargo de honra da escola, neste ano, ela completa oito anos como madrinha de bateria do Santa Bárbara.

 

Porém, os dez anos de escola ensinaram muito a madrinha da Santa Bárbara, que pretende ficar muito mais anos em atividade no samba: "Até onde eu cheguei, eu nem imaginava. É inexplicável para mim, eu comecei aos 12 anos. Eu adquiri experiência e respeito ao próximo. Adquiri amar este pavilhão" finaliza.

 

                                                                                                                                                     Tatiane Sampaio/Acervo

 

 

Jornalista Responsável: Vander Ramos

 


 

Outras Matérias

Comente essa notícia

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Draw My Life: Itaim Paulista
405 anos de história

São Paulo (SP)

Copyright © 1998-2016 CLN-Central Leste Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da CLN