www.centrallestenoticias.com.br
www.saomiguelpaulista.com.br
www.itaimpaulista.com.br

Curso popular oferecerá aulas preparatórias para vestibular no CEU Curuçá

Publicada em: 14-11-2016

Daniele Amorim/CLN

 

                                                                                                                                                        CLN

 

Muitos estudantes recorrem aos cursinhos para dar aquela reforçada no estudo e se prepararem para o Enem e vestibulares para ingressar em universidades federais. Para sanar a necessidade dos alunos do extremo leste que não possuem acesso a este tipo de recurso, o Cursinho Popular Professora Leila Regina instalou um núcleo no CEU Curuçá, Itaim Paulista, zona leste da cidade, direcionados para moradores da região com aulas totalmente gratuitas.

 

Utilizando o método Mafalda de ensino, que já possuí cursos preparatórios em toda a cidade, as aulas começaram em 4 de julho deste ano e foram até 4 de outubro, onde cerca de 60 alunos tiveram aulas das disciplinas básicas do ensino médio, redação e atualidades aos sábado das 8 da manhã até o meio dia e meio. Todo o material de apoio era disponibilizado em uma rede social para que os estudantes pudessem acompanhar.

 

Todos os professores são estudantes universitários ou profissionais na área em que lecionam e o processo seletivo foi feito no começo do ano, onde o cursinho analisou currículo e disponibilidade de cada voluntário.

 

Um deles é o professor de História e estudante da UNIFESP, Bruno Correia, 18, que conheceu o curso popular após participar das aulas do Curso Mafalda no Tatuapé, também na zona leste, para preparar-se para o vestibular: "Tivemos uma grande aprovação da população, teve gente que chegou aqui às cinco da manhã para se matricular. É um espaço onde as pessoas não conheciam o que era educação popular e a localização é boa."

 

Ouça abaixo o motivo que levou Bruno a fazer o voluntariado:

 

 

Dener Ualyson, 19, é morador do Jardim Helena e professor de física.  Ele conheceu a proposta por uma rede social: "Vi uma publicação e mandei um email. Na reunião de início eu ia lecionar matemática mas mudei para física. Eu sempre quis dar aula para ser algo adicional para minha carreira, além de ajudar a comunidade e repassar o que eu sei". Ele é estudante de Engenharia Civil.

 

A estudante Karina Silva, 17, acabou de terminar o curso preparatório e realizou o Enem desse ano. Ela acredita que as aulas de reforço auxiliaram em um desempenho positivo no exame: "Eu pensei que no começo não ia conseguir ficar muito tempo na aula, tive algumas dúvidas mas consegui fazer [a prova]. A minha maior dificuldade é entender os problemas de matemática e física. " Ela quer cursar Arquitetura em uma faculdade privada.

 

                                                                                                                                          Daniele Amorim/CLN

Os professores Bruno Correia e Dener Ualyson junto com a aluna Karina Dias

 

Apesar do módulo deste ano já ter acabado, o curso popular fez uma parceira com CEU Curuçá para continuar com o trabalho no ano que vem. A ideia é em que em 2017 as aulas sejam estendidas de fevereiro até novembro com uma carga horária maior - das 8 da manhã até às 16 - para que os alunos possam se preparar para outros vestibulares. Clique aqui para saber mais.

 


 

Outras Matérias

Comente essa notícia

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Draw My Life: Itaim Paulista
405 anos de história

São Paulo (SP)

Copyright © 1998-2016 CLN-Central Leste Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da CLN