www.centrallestenoticias.com.br
www.saomiguelpaulista.com.br
www.itaimpaulista.com.br

Ambulantes do centro comercial de São Miguel se reúnem na subprefeitura

Publicada em: 21-07-2016

Daniele Amorim/CLN

 

                                                                                                                                   Daniele Amorim/CLN

Reunião aconteceu no auditório da subprefeitura

 

O projeto de requalificação do centro comercial de São Miguel, zona leste da cidade, está na primeira fase de execução prevista para iniciar em agosto. A subprefeitura da região reuniu os ambulantes que trabalham no calçadão da rua Serra Dourada para explicar quais ações acontecerão no local . 

 

O novo programa urbanístico do bairro foi divulgado no começo de junho e terá duas fases, onde serão feitas modificações no perímetro do centro comercial como: implementação de ciclovia, expansão das calçadas, criação de um novo calçadão na rua José Otoni e modernização de semáforos. Leia aqui.

 

A primeira fase, começará na terceira semana de agosto e terá a mudança dos sinais de trânsito, colocação de novas faixas de pedestre, a implementação da lombo-faixa na rua Arlindo Colaço e a resolução do acúmulo de lixo na frente do Mercado Municipal. A previsão é que seja instaladas lixeiras subterrâneas, uma na rua Arlindo Colaço e outra em frente ao mercadão municipal.

 

O assessor técnico da subprefeitura, André Felipe, falou na plenária que a primeira fase não afetará os ambulantes, porém, quando a segunda fase for iniciada - em junho de 2017 - haverá uma nova reunião para que a subprefeitura possa informar aos comerciantes quais serão os procedimentos a serem realizados no centro comercial.

 

"Para mim é maravilhosa [essa comunicação], foi aberta e esclarecida" disse um dos comerciantes mais antigos Celcino Fernandes, 66, que trabalha na rua Serra Dourada desde os anos 70.

 

Ambulantes "vs" Subprefeitura

 

                                                                                               Arthur dos Reis-arquivo-novembro2015/CLN

 

Desde 2012, os ambulantes do calçadão de São Miguel estão assegurados por uma liminar que os permitem permanecer na rua Serra Dourada. Anteriormente, eles utilizavam o TPU (Termo de Permissão de Uso do Solo) para garantir espaço no centro comercial, porém os documentos foram cassados pela subprefeitura.

 

Uma das medidas na requalificação do centro comercial é a reforma do calçadão que só poderá ser executada após a saída dos ambulantes.

 

Houve uma medida similar proposta pela subprefeitura, em 2012, para readequar o processo de drenagem no local, porém, por conta da liminar, os comerciantes exigiram um documento que oficializasse a volta dos ambulantes após a reforma, entretanto  órgão municipal se recusou a emitir o atestado. Um dos motivos de nunca haver reforma no calçadão de São Miguel. 

 

Caso a reforma do calçadão aconteça e os ambulantes precisarem sair, o presidente da associação de ambulantes, Antonio "Toninho" Santana, 53,  afirmou que: "Acho que este subprefeito cumpriu sem nada estar escrito. Acho que tem pessoas que são dignas com a palavra. Se ele[subprefeito] falar que volta, não precisa pedir [o documento]".  

 

 

 


 

Outras Matérias

Comente essa notícia

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Draw My Life: Itaim Paulista
405 anos de história

São Paulo (SP)

Copyright © 1998-2016 CLN-Central Leste Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da CLN